ExperiMente Ler: A Revolução dos Bichos

“Quatro pernas bom, duas pernas ruim.”

a-revolucao-dos-bichos

Cansados da exploração a que são submetidos pelos humanos, os animais da Granja Solar rebelam-se contra seus donos e tomam posse da fazenda, com o objetivo de instituir um sistema cooperativo e igualitário. Mas não demora muito para que alguns bichos voltem a usufruir de privilégios, reinstituindo aos poucos um regime de opressão.

O que ele achou: O segundo livro da minha vida e, acredito eu, o mais importante. Não poderia ser diferente, vendo que essa história é importante para o mundo.

É impressionante a forma como esse livro abre a mente para assuntos complexos e, por vezes, chatos. Uma leitura muito simples e uma analogia perfeita digna de contos de fadas – só que não tão feliz.

Após ler o livro, fica fácil encontrarmos fatos históricos do mesmo jeitinho que é descrito na obra. Parece que qualquer revolução popular sofreu o mesmo mal que se passa em ‘A Revolução dos Bichos’.

O que ela achou: Li este livro em menos de uma semana. É impossível encostá-lo! A vontade de saber o desenrolar da história é muito grande. Com uma leitura fácil de compreender, George Orwell (pseudônimo do jornalista Eric Arthur Blair) quis denunciar o “mito soviético”, onde os princípios iniciais foram esquecidos ao longo da revolução.

O autor queria retratar a Revolução Russa de uma forma que qualquer um pudesse entender. Orwell percebeu que da mesma forma que os animais são explorados pelos homens, o proletariado é pelos ricos. Por isso surgiu a ideia da ‘Revolução dos Bichos’, o jornalista quis analisar a teoria de Marx pelo ponto de vista dos animais.

Tornou-se uma das melhores sátiras já escrita sobre política. Não é a toa que após quase 70 anos, o brilho da obra ainda esteja intacto e é leitura indicada até hoje.

Interessantes também são os prefácios do autor. Neles explica a dificuldade que teve em publicar seu livro; como a liberdade de imprensa já era difícil naquela época, principalmente se as ideias fossem contra a conveniência política. Como já dizia o próprio George Orwel: “Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade.”

A Revolução dos Bichos
Autor: George Orwell
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 152
ISBN: 8535909555

2 Comments

  1. Mateus
    11/02/2015

    Boa dica! Excelente livro!

    Responder
  2. […] futurista (o livro foi publicado em 1949). Assim como em “A Revolução dos Bichos” (falamos aqui), Orwell nos transmite a história com clareza e escrita fluída, capaz de fazer qualquer pessoa […]

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *