“Estômago” é daquele tipo de filme com final surpreendente

“É gorgonzola! Esse queijo tem esse nome por causa do nome da cidade onde foi inventado, na Itália, pertinho dos Estados Unidos.”

Em busca de uma vida melhor, Raimundo Nonato (João Miguel) chega a São Paulo. Ao ter uma oportunidade de trabalhar como faxineiro em um bar, Raimundo descobre sua paixão pela gastronomia e também conhece Iria, uma prostituta que mudaria sua vida drasticamente.

O que ele achou: Como sempre falo, não troco nada por um bom e velho filme nacional. Sinto-me confortável ao ver um filme igual “Estômago”. São as ruas de São Paulo, o ritmo em que as coisas acontecem, os sotaques, as nossas coisas e as piadas sem legendas. Entende?

O filme foi uma ótima surpresa. Soube dele por causa dessas listas “top não sei quantos” de algum site de cinema. Fiquei com um pouco de vergonha por nunca ter ouvido falar dele, tanto pela grandiosidade, pelos prêmios que ganhou quanto pelos atores.

Conheço poucos trabalhos do João Miguel, porém sempre que o vejo em algum filme ou na TV penso “Esse cara é bom, gosto muito dele!”; já a Fabiula Nascimento é incrível e muito divertida. Uma coisa que me deixou bem feliz foi ver o Paulo Miklos atuando – mesmo ele sendo bem ruinzinho como ator hahaha -, a presença dele é muito forte.

Em uma pesquisa rápida que fiz entre os amigos, quem assistiu o filme, gostou. Fiquei com a sensação de que não tem como não gostar. 🙂

O que ela achou: Sabe aqueles filmes que no final você fica de boca aberta com o desfecho? Então. “Estômago” é exatamente assim, pelo menos para mim. A história é contada fora da ordem cronológica, e isso a torna ainda mais interessante. Com uma pitadinha de humor, o filme ainda deixa aquele suspense no ar e a ânsia de saber o que aconteceu ou vai acontecer com o personagem principal, no caso, o Raimundo Nonato.

“Estômago” é um retrato da vida cotidiana de muitos que vivem em São Paulo e que buscaram aqui uma vida melhor, porém encontraram diversos obstáculos e desafios que nem imaginavam. Raimundo Nonato vai do auge ao declínio num piscar de olhos. Os dois momentos da vida dele contados simultaneamente (antes e durante a prisão), nos leva a imaginar diversas vezes o que o levou até lá.

Ao longo do filme, percebemos que aquele Raimundo inocente que vemos no início muda conforme ele passa por situações decepcionantes. Situações estas que o transformam psicologicamente e moralmente. Por isso, o filme passa longe do que é “politicamente correto”, dos clichês e de histórias mornas.

Assista ao Trailer:

Lançamento: 11 de abril de 2008
Duração: 1h52min
Dirigido por: Marcos Jorge
Atores principais: João Miguel, Babu Santana, Fabiula Nascimento, Paulo Miklos
Gênero: Drama
Nacionalidade: Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *