“Na Natureza Selvagem” conta a história real incrível de um jovem aventureiro

“Happiness only real when shared”

livro-na-natureza-selvagemSinopse: Depois de terminar a faculdade com brilhantismo, Chris McCandless, jovem americano saudável e de família rica, doa todo o dinheiro que tem, abandona o carro e a maioria de seus pertences, adota outro nome e some na estrada, sem nunca mais dar notícias aos pais. Dois anos depois, aparece morto num lugar ermo e gelado do Alasca. Por onde andou, o que buscava, por que morreu? Quem era realmente Chris McCandless? Para responder a essas perguntas, Krakauer refaz a longa saga do aventureiro até seu triste desenlace.

Por ser um dos filmes mais incríveis que já vi, o Felipe resolveu me dar o livro “Na Natureza Selvagem” de aniversário. Para mim, filme e livro se complementam, pois as formas como a história é contada em ambos são completamente distintas. (Se quiser saber mais sobre o filme veja este post).

Baseada em fatos reais, a notícia foi apurada e contada por um jornalista. Ao fazer a reportagem sobre a história de Chris McCandless, Jon Krakauer percebeu que tinha muito mais a falar sobre a incrível trajetória do jovem. Foi então que Krakauer refez toda jornada de McCandless até o “Ônibus Mágico”.

O trabalho de apuração do jornalista deu destaque a uma das histórias mais malucas e admiráveis de se ouvir. McCandless fez o que muitos têm vontade de fazer: largar tudo para trás – trabalho e rotina – para viver intensamente em meio à natureza e grandes aventuras. Sem ter que se preocupar com contas, dinheiro, trabalho e o estresse do dia a dia.

O desfecho incrível da história de McCandless contado em suas anotações, mostra que o isolamento nos força a viver o puro autoconhecimento. E ao final dessa aventura interior, perceber quais são as coisas mais importantes na vida.

Na Natureza Selvagem
Autor: Jon Krakauer
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 214
ISBN: 8571647879

Jornalista, 28 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *