Viagem barata e próxima de SP: Cidade Socorro é repleta de atrações turísticas

Estávamos querendo aproveitar um pouco o friozinho a dois. Após uma pesquisa rápida no Google como “lugares viajar baratos SP”, optamos pela cidade de Socorro. Além de ter uma pegada de serra, a cidade possui vários atrativos voltados para a aventura. A ideia seria passar um final de semana inteiro. A programação era a seguinte: no primeiro dia conhecer a Gruta dos Anjos e acompanhar o pôr do sol na Pedra Bela Vista. Já no segundo dia, curtir em um dos inúmeros parques que tem por lá.

Nos hospedamos na Pousada e Mini Fazenda Vila Davero. Fizemos a reserva pelo site Booking algumas semanas antes. Ao chegar no lugar a caseira muito simpática nos recepcionou e nos deu dicas do que fazer pela cidade. A vista da varandinha do chalé era linda: tinha um lago e montanhas verdinhas.


A Gruta do Anjo é mágica. Realmente a sensação do local é de ser a morada de um ser divino. O geladinho da gruta, a ausência de barulho, a cor da aguá e sua temperatura deixam o clima do local muito gostoso e traz uma paz interior incrível. Nem parece que surgiu devido a uma intervenção humana. A gruta, na verdade, é uma mina desativada, onde ainda há resquícios do trabalho dos mineiros, como uma escadinha de corda pendurada no teto.

Por uma longa estradinha de terra, chegamos a tempo para ver o pôr do sol na Pedra Bela Vista. Para ter acesso ao local, são cobrados 10 reais por pessoa. Ao lado da pedra há um restaurante bar para quem quiser comer ou tomar alguma coisa. A pedra é um pouco íngreme, chega a dar vertigem a quem tem medo de altura. A vista é incrível e o pôr do sol só não foi mais bonito porque tinham poucas nuvens.

Agora vem a parte triste, no segundo dia, por problemas maiores, tivemos que voltar para casa mais cedo. Não conseguimos fazer o mais aguardado e o que realmente a cidade tem para oferecer que são os parques de aventura. Mas pretendemos voltar um dia para aproveitar essas atividades oferecidas pela cidade e contaremos aqui o que achamos.

Dicas

– A maioria das coisas acontecem na Corredor Turístico Rio do Peixe. No começo é normal se confundir com tantos corredores turísticos, é um pouco confuso e o GPS às vezes nos deixa na mão.

– A cidade é muito bem sinalizada, siga as placas que é sucesso.

– Pergunte para moradores e donos de pousadas sobre lugares para comer. Aliás, pergunte tudo, eles têm dicas valiosas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *