“Os Oito Odiados” o novo filme de Tarantino

Ora, ora, ora… Parece que a Mercearia da Minnie ficará acolhedora nos próximos dias.

Durante uma nevasca, o carrasco John Ruth (Kurt Russell) está transportando uma prisioneira, a famosa Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh), que ele espera trocar por grande quantia de dinheiro. No caminho, os viajantes aceitam transportar o caçador de recompensas Marquis Warren (Samuel L. Jackson), que está de olho em outro tesouro, e o xerife Chris Mannix (Walton Goggins), prestes a ser empossado em sua cidade. Como as condições climáticas pioram, eles buscam abrigo no Armazém da Minnie, onde quatro outros desconhecidos estão abrigados. Aos poucos, os oito viajantes no local começam a descobrir os segredos sangrentos uns dos outros, levando a um inevitável confronto entre eles.

O que ele achou: Sempre achei os diálogos do Tarantino um dos melhores do cinema e questionava: “Por que ele não faz um western?”. Mesmo após o Django eu ainda tinha o mesmo pensamento. Enfim “Os 8 Odiados” suprimiu minha “necessidade”, só faltou o Clint Eastwood. rsrs

As boas características dos filmes de faroeste como: silêncio angustiante, personagens misteriosos, pistolas, espingardas e tiros. Tudo isso com uma pegada Tarantino: sangue, muito sangue.

A história acontece praticamente por meio de conversas e conhecemos todos os personagens pelo que eles dizem – coisas que podem confundir um pouco, já que esses cabras não são muito confiáveis.

Os conflitos raciais e resquícios da Guerra Civil americana são bastante exaltados, e em alguns momentos eu pensava: “Como posso rir com esse tanto de sangue rolando?”. Sim, como de praxe nos filmes do Tarantino demos risadas com a ultraviolência e até mesmo com cenas trashs. Isso é muito louco!

O que ela achou: Como na maioria dos filmes de Tarantino, em “Os Oito Odiados” não existe complexidade na história. Com poucos personagens, é possível entender rapidamente a história de cada um. Na primeira hora de filme, Tarantino deu atenção para os longos diálogos e passagens de cena demoradas (como a do início), dando valor à narrativa sólida e à fotografia incrível das cenas na nevasca.

Assistimos “Os Oito Odiados” naquelas poltronas reclináveis da sala VIP do Cinemark, na última sessão, com pouca ação e a história “parada” no começo foi difícil aguentar o sono. Na segunda parte do filme, o diretor me surpreendeu com o enigma que surgiu no ar, forçando o  expectador a tentar desvendar o mistério – o qual não consegui adivinhar. É nessa última hora que surge os detalhes de Tarantino que tanto conhecemos.

É incrível ver o que o diretor consegue construir com oito personagens distintos numa mesma cena, num mesmo local. Samuel L. Jackson dá um show de interpretação com seu personagem Marquis Warren. Um filme imprevisível e genial como todos os que já vi de Tarantino. Mas ainda não conseguiu superar o meu favorito, o “Bastardos Inglórios”.

Assista ao trailer:

Lançamento: 7 de janeiro de 2016
Duração: 2h48min
Dirigido por: Quentin Tarantino
Atores principais: Samuel L. Jackson, Kurt Russell, Jennifer Jason Leigh
Gênero: Faroeste , Drama, Suspense
Nacionalidade: EUA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *