Armação dos Búzios em um dia gastando pouco

Quem nos acompanha por aqui sabe de todo o nosso amor pelo Rio de Janeiro. Já conhecemos a capital, Petrópolis, Ilha Grande… e agora foi a vez de explorarmos a Região dos Lagos. <3 Tiramos cinco dias das férias de fim de ano para aproveitar bem a região. Como fomos de carro, praticamente perdemos dois dias, foram 12h de viagem de ida e 9h de volta. Então, os três dias que sobraram reservamos um para cada cidade: Armação dos Búzios, Cabo Frio e Arraial do Cabo. 

Ponte Rio-Niterói tranquila – Foto: ExperiMenteSP

Obs.: Agora alguns posts do blog serão acompanhados por vídeos! Uhuuuu  Veja como foi nosso dia por Búzios e não se esqueça de se inscrever no nosso canal. <3 E quem quiser saber mais detalhes da viagem é só continuar lendo o post abaixo.

 

 

Passeio de trolley e barco

Como o tempo para conhecer a cidade era curto, decidimos fazer passeios para conseguir conhecer o máximo de praias possível. Fechei com a TourShop um mês antes da viagem, achei melhor deixar tudo programado do que chegar lá e fazer em cima da hora.

Começamos pelo passeio de trolley (R$ 60 reais por pessoa), às 9h da manhã, que percorre toda a região  leste/sul da península. Vale muito a pena conhecer, principalmente se você não estiver de carro na cidade. O trolley passa por áreas altas e tem quatro paradas: duas em mirantes e duas em praias. São duas horas muito bem aproveitadas, com belas vistas, vento no rosto e com um guia turístico bem animado.

Na volta, ficamos esperando o passeio de escuna (R$ 50 por pessoa) agendado para às 11h30. Demos muita sorte nesse dia, pois só tinham 15 pessoas no barco, então foi bem tranquilo, sem muito auê. Esse passeio já contempla a região norte da península com três paradas para mergulho. Adoramos passeios de barco por conta disso, eles param em uma área tranquila para mergulhar, coisa que não faríamos se estivéssemos na areia.

Uma coisa legal que aconteceu no passeio de barco em búzios eram os vendedores de comida em barquinhos que paravam ao lado da escuna. Tinha churrasco, açaí, camarão e sorvete. hahaha

 

Gastronomia na Rua das Pedras

Na noite em que chegamos em Búzios, decidimos comer na famosa Rua das Pedras. Foi um tiro no pé! Além do trânsito, estacionar o carro na rua é praticamente impossível e os estacionamentos cobram 30 reais. Então, quem não quiser ter dor de cabeça com isso, chegue cedo ou procure uma hospedagem próxima ao centro.

Rua das Pedras – Foto: ExperiMenteSP

A rua realmente é linda e tem um clima maravilhoso! Como queríamos economizar, paramos para comer numa pizzaria, mas o atendimento foi tão demorado que preferimos não indicar aqui. Realmente não tivemos sorte nesse dia. 🙁

Já no dia seguinte, após o passeio de barco, fomos almoçar no Restaurante do David, também na Rua das Pedras, a comida é bem servida e o atendimento é rápido e prestativo. Pedimos um prato para duas pessoas, tivemos até que pedir para embrulhar o que sobrou.
Na hora do almoço, a região é muito tranquila. Adoramos!

 

Pôr do Sol na praia de Manguinhos

Como estávamos hospedados perto, decidimos ver o Pôr do Sol na Praia de Manguinhos, pelo que vimos a prática é bem comum por ali. Quando chegamos no pier da praia, tinham várias pessoas sentadas já contemplando o pôr do Sol (nós gravamos um timelapse, veja no vídeo). 🙂

Para nossa sorte, um grupo de jovens estava próximo cantando e tocando violão, outro grupo pulava do pier e mergulhava no mar. Muitos casais e famílias também aproveitavam o momento para ver o pôr do Sol. Foi muito bom!

Hospedagem em Guesthouse

Priorizamos ficar em lugares mais baratos, por ser temporada, muitos hotéis e pousadas já estavam com estadias esgotadas. Mais uma vez procuramos hospedagem pelo Booking e a que tinha o melhor custo benefício era a Sol e Luz Guest House, em Manguinhos.

Para simplificar, guesthouse é igual quando você aluga o quarto da casa de uma pessoa pelo Airbnb. Lá na Sol e Luz ficamos num quarto privativo e dividimos um banheiro com outro casal do quarto da frente. A casa tem piscina, sauna, churrasqueira, cozinha, lavanderia. Tudo poderia ser usado, desde que deixasse limpo e arrumado depois. O dono é um francês que mora no Brasil há alguns anos, super simpático. Também fizemos amizade com uma família que estava por lá.

Sol e Luz Guesthouse – Foto: ExperiMenteSP

Dicas

  • estacionamento rotativo: no começo achávamos que era proibido estacionar em locais com a placa indicando isso. Mas, na verdade, ao estacionar nesses locais, uma espécie de guardinha coloca um papel no seu carro indicando o horário, a partir desse momento você paga R$ 3 por hora. Pode pagar direto para esse guardinha ou na internet. É mais ou menos como um Zona Azul de SP. rs
  • vida noturna: Búzios é conhecida pela vida noturna, tanto por causa dos restaurantes como das festas. Rua das Pedras e Orla Bardot são os locais mais badalados de lá.
  • praias: gostamos de todas as praias, mas se você já procura algo mais paradisíaco, corra para Arraial do Cabo.
  • trânsito: para quem vai de SP até à Região dos Lagos em época de temporada, tenha em mente que você poderá pegar um trânsito absurdo após a ponte Rio-Niterói. Nós pegamos desde São Gonçalo até Rio Bonito. Diversas vezes o Waze indicou para cortamos caminho pela direita, mas nem um carro sequer fazia isso, preferimos não arriscar.

Jornalista, 28 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *