The Haunted Tour: um passeio pelas lendas urbanas de SP

A Bruna e eu nos atraímos muito por tours em São Paulo. Conhecer as histórias detalhadas de lugares que normalmente passamos diariamente e não damos muita importância ou, até mesmo, nem notamos.  E é nesses tours que fazemos às vezes que sabemos da importância de cada cantinho para nunca mais passar por eles da mesma forma que passávamos.

AGORA, imagina um tour por SP à noite e que não vamos conhecer apenas os fatos históricos dos pontos visitados, mas também os macabros que aconteceram por ali e ainda com um detalhe especial: o guia é um espírito chamado Ângelo – calma gente, o ônibus não vira uma sessão de mesa branca, dá uma olhadinha na foto e entenda.

O roteiro:
Cemitério da Consolação
Theatro Municipal (descida do ônibus)
Viaduto do Chá
Rua Líbero Badaró
Largo São Francisco
Praça da Sé
Bairro da Liberdade
Palácio da Justiça
Pateo do Collegio
Edifício Martinelli
Edifício Andraus
Castelo da Apa


O guia vai o tempo todo contando sobre as lendas urbanas e, para piorar um pouco, ele conta histórias reais que são capazes de causar arrepios. Histórias como: suicídios no Viaduto do Chá, Ossadas encontradas da Faculdade de Direito no Largo São Francisco, As Três Mortes no Castelo da Apa. Peço desculpas pelos PEQUENOS spoilers, mas realmente são pequenos e são contadas de uma forma genial pelo guia.

O passeio é feito dentro do ônibus por motivo de segurança. A única descida é feita no Theatro Municipal e caminhando até a Xavier de Toledo.

Durante o caminho do ônibus, o Fantasma Ângelo vai ligando para especialistas em assuntos voltados a esse lado até então sombrio. No nosso dia ele entrou em contato com um enfermeiro que trabalhava em um hospital junto a um IML, um historiador especialista em contos de terror e um tanatopraxista – profissional responsável por maquiar um cadáver para a família velar.

Mesmo com esses assuntos BEM pesados o passeio é supertranquilo, sem nenhum susto e por vezes divertido, além do grande conhecimento que adquirimos sobre a nossa cidade o tour tem um cunho social bem bacana, que é a desmistificação do horror e terror. E quando o assunto é suicídio, a mensagem é clara: “precisamos ter atenção com as pessoas do nosso lado pois a prática tem crescido a cada ano”.  Rogério Cantoni, criador do tour, jornalista e ator conduz tudo com muita maestria e competência.

Vá sem se preocupar com nada, nem mesmo com água e biscoito, pois é servido no início do passeio. 

Quer fazer esse passeio maneiro?
Entre em contato via ligação ou whatsapp nos telefones: 11-992415239 ou 5585-1750
Site: http://www.sphtour.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *