Klift Kloft Still, a porta se abriu: conheça a exposição do Castelo Rá-Tim-Bum

E mais uma vez São Paulo é presenteada com uma exposição sobre um assunto que nos faz viajar em nostalgia: o Castelo Rá-Tim-Bum. Além de ter um castelo de verdade construído no Memorial da América Latina, as novidades ficam por conta dos espaços novos, como o da Penélope em um telejornal que era apresentado por ela e o quarto de Nina, sua filha.

São Paulo do Alto: Visita ao topo do Edifício Martinelli

Passear pela cidade de São Paulo faz parte das ações que tomamos em nossas vidas que dão a cara para esse blog. Acreditamos que devemos ser turistas da nossa própria cidade e conhecê-la de todos os ângulos possíveis. Quem já viu em posts anteriores sabe que estamos na etapa de conhecer São Paulo do alto. Essas ações, além de nos deixar felizes, mudaram nossas vidas e, ao mesmo tempo, sustentam o nosso blog.  

Escape Hotel: será que conseguimos sair?

Já postamos aqui uma vez sobre o escape game, então vamos nos aprofundar um pouco mais: a ideia surgiu no Japão, e foi no sentido contrário à tecnologia, saindo do modelo virtual para vida real. O game é muito comum na internet, geralmente eles colocam o jogador enclausurado em quarto de hotel,  cela de cadeia, casa mal assombrada e você precisa fugir ou desvendar algum crime utilizando as pistas e objetos encontrados na própria sala.

Festival de churrasco com 10 horas de duração: nós fomos!

Quando soube do evento Bastards BBQ, fiquei aguado para ir! Comentava com a Bruna, com amigos, enviava nos grupos do WhatsApp, até que, de tanto pensar e desejar, o universo conspirou e em um belo dia chegaram os convites para nós. Fui à loucura! rs A minha vontade de ir nesse churrascão tem motivo: é uma bela oportunidade de experimentar uma variedade de cortes de carne e métodos de preparo diferentes, tudo no mesmo dia e feito por especialistas no assunto.

São Paulo do Alto: Pedra Grande

Incrível essa mistura maluca que é São Paulo. Parte é uma cidade repleta de edifícios e construções arquitetônicas; outra – pequena – é puro verde, cercada pela natureza e tranquilidade que uma cidade grande não tem. Sinto-me privilegiada por morar numa região tão próxima à Serra da Cantareira, mas ao mesmo tempo envergonhada, pois, nesses meus 28 anos de vida, nunca tinha visitado o Núcleo Pedra Grande, no Horto Florestal. Até o Felipe que é lá da Zona Leste já visitou a Pedra Grande. Hahaha