ExperiMente em SP: Mercadão

Um dos principais pontos turísticos da cidade, o Mercado Municipal de São Paulo – conhecido popularmente como “Mercadão” – chama a atenção de paulistanos e turistas não só pela sua qualidade de produtos e especiarias, variedades de preços e gastronomia, mas também pela sua importância histórica.

As bancas de frutas nos deixam com água na boca com tantas cores e variedades de sabores; das mais comuns as mais exóticas. Estas nem sempre baratas, mas é possível prová-las se estiverem para degustação. 

O mezanino, com dois mil metros quadrados, abriga restaurantes e as mais famosas comidas do lugar: o lanche de mortadela e os pasteis de bacalhau, carne seca e camarão. Não deixe de provar pelo menos um deles, são muito bons. O lanche e os patéis são bem servidos, portanto, se você não come muito, divida com alguém.

No fim de semana esteja preparado para pegar fila, as mesas do mezanino são muito disputadas. Mas se não quer perder tempo com fila e não se importa de comer em pé, tente o “Bar do Mané” no piso térreo.

São diversos alimentos, sementes, peixes, carnes, queijos e especiarias que não achamos em qualquer mercado. Lá você pode encontrar, inclusive, produtos da alta gastrostomia como trufas brancas e caviar. 

Para quem gosta de ficar conectado à internet, o local possui Wi-Fi livre, lançado no começo deste ano pela Prefeitura de São Paulo. 

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

História

Localizado no Centro histórico da capital paulista, o Mercadão foi inaugurado em 1933 e estrategicamente planejado às margens do Rio Tamanduateí devido à facilidade de chegada dos barcos com produtos vindos de chácaras, do litoral e, inclusive, do exterior.

O Mercado Municipal de São Paulo foi construído entre 1926 e 1932, projetado em estilo eclético pelo arquiteto Francisco Ramos de Azevedo –  elaborou também o teatro Municipal, o Palácio das Indústrias, a Pinacoteca.

IMG_3213
Foto: ExperiMenteSP

Iluminado com luz natural através de claraboias e telhas de vidro, o artista russo Conrado Sorgenich foi quem elaborou os vitrais coloridos. Um documento histórico que mostra como eram os trabalhos de colheita na época.

O Mercadão ficou pronto em 1932, mas devido à Revolução Constitucionalista, tardou sua abertura. Durante essa época ele tornou-se um depósito de armas.

São 12 600 metros quadrados e quase 300 boxes com as mais variadas especialidades. Com sua estrutura original e ainda modernizada para a sociedade atual, o Mercado Municipal de São Paulo ajuda a manter viva a história da cidade.

Mercado Municipal de São Paulo
Local: Rua Cantareira, 306 – Centro – São Paulo
Horário: todos os dias, das 6h às 18h

Jornalista, 28 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *