ExperiMente em SP: Museu do Futebol

O Museu do Futebol, localizado no Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho – mais conhecido como Pacaembu -, é parada obrigatória para os amantes de futebol, e para os nem tão amantes assim: vale a pena conferir. Composto por 18 etapas, cada sala mistura elementos históricos e emotivos.

A fachada do estádio já é bem bacana. Uma obra de 1940 localizada numa praça que leva o nome de Charles Miller, não tem como não ter um charme.

Foto: ExperiMenteSP
Foto: ExperiMenteSP

O acervo do museu é muito interessante, capaz de fazer qualquer marmanjo soltar suor hétero. rs O reencontro com o passado parece ser o foco da exposição: ver imagens holográficas de seus ídolos; ouvir narrações dos anos 40 até as mais atuais; ver pequenos documentários do seu narrador favorito falando do seu time do coração.

A sensação de entrar em um campo lotado por loucos, que não param de gritar e cantar, é uma das experiências que o museu oferece. É possível também medir a velocidade do seu chute em uma espécie de máquina de cobranças de pênaltis.

Foto: ExperiMenteSP
Foto: ExperiMenteSP

E quem disse que aprendemos poucas coisas em um museu sobre futebol? Se alguém disse, errou. A ligação que o futebol tinha com a cultura era muito grande, principalmente nas suas primeiras décadas.

Percebemos pelas fotos expostas – não só de partidas, mas do dia a dia das cidades, dos grandes centros, de festas e da vida boêmia daquela época – como esse esporte foi importante para pequenas revoluções, influenciar a classe operária e combater o racismo.

Agora é vestir o manto sagrado e embarcar nessa viagem ao tempo!

Museu do Futebol
Onde: Praça Charles Miller, s/n
Quando: De terça à domingo das 9h às 17h (com permanência até às 18h)
Quanto: R$6 (inteira) /R$3 (meia-entrada para estudantes, idosos e professores). Aos sábados o ingresso é gratuito para todos os visitantes.

1 Comment

  1. Mt
    21/01/2015

    Muito legal o museu do futebol! Em um momento em que a seleção brasileira e o futebol nacional buscam melhorar alguns pontos errados, é sempre ótimo lembrar dos craques que fizeram a história brilhante desse esporte no país. Muito legal a matéria!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *